O movimento romântico...

Tema: O movimento romântico e a obra de Freud

Ementa: A psicanálise nasceu imersa em um caldeirão cultural na Alemanha do século XX, onde o romantismo e o idealismo eram escolas fortes de pensamentos. Ecos desses movimentos se encontraram nas reflexões de Freud, em suas formulações sobre a neurose e histeria.

Emília no país da gramática - assimetrias psicanalíticas - (REALIZ. EM 19/10)

Nesse segundo encontro sobre a obra de Ignácio Matte-Blanco analisamos as formas gramaticais e assimétricas de existência do indivíduo em Monteiro Lobato, bem como sua interação com as formas infinitas da lógica do País das Maravilhas de Lewis Carroll. 

A realidade do sensível...

Tema: A realidade do sensível em David Hume e na psican

Ementa: O que é realidade? Existe uma realidade para fora de nosso pensamento? Realidade seria nossas ideias ou nossos sentimentos? É possível falar em real para além das nossas percepções? Nesse curso breve serão discutidos três pontos de vista sobre o assunto, a partir de quatro autores: o filósofo David Hume, e os psicanalistas: Freud, Winnicott e Bion.

Hamlet e a origem do ser

Tema: Hamlet e a origem do ser

Ementa: S. Freud chegou a fazer uma análise do Hamlet utilizando o Complexo de Édipo, mas há quem diga que Hamlet seja maior do que Édipo. Esse encontro busca caminhar no limite desse personagem enigmático – “ser ou não ser” é o grande legado de Shakespeare para a humanidade.

Sobrevivendo...

Tema: Sobrevivendo à desumanização

Palestrante:  Alê Esclapes - Psicanalista, professor, escritor e diretor da Escola Paulista de Psicanálise-EPP e do Instituto Melanie Klein-IMK. Autor do Livro "A pobreza do Analista e outros trabalhos 1997-2015" e organizador da Coleção Transformações & Invariâncias.

Intuição - de Bergson...

Tema: Intuição - de Bergson à Bion

Ementa:  A intuição foi elevada por Bergson ao status de metodologia filosófica. Freud nunca escreveu um artigo sobre esse tema, e a colocou como um dos recursos do analista, mas, aos poucos, sua importância clínica foi se tornando inegável. Klein é um exemplo do extenso uso da intuição quando do trabalho de crianças, e Bion, ao final da década de 60 (do século passado), deu à intuição um lugar mais central na clínica. Não por acaso na biblioteca de Bion foram encontrados livros de Bergson.

Macbeth - a inveja...

Tema: Macbeth - a inveja e a cobiça

Ementa: Seria essa peça sobre a ambição de Macbeth pelo trono? Não seria Lady Macbeth o papel principal da peça? Masculino e feminino se misturam na inveja e na cobiça, onde os deuses são chamados para engrossar o sangue para que se suporte o que virá.

Alguns aspectos...

Tema: Alguns aspectos clínicos do atendimento psicanalítico do público GLBT

Palestrante:  Alê Esclapes - Psicanalista, professor, escritor e diretor da Escola Paulista de Psicanálise-EPP e do Instituto Melanie Klein-IMK. Autor do Livro "A pobreza do Analista e outros trabalhos 1997-2015" e organizador da Coleção Transformações & Invariâncias. 

Entre Cronos e Prometeu

Tema: Entre Cronos e Prometeu - Não roubarás!

Ementa: Etiqueta significa pequena ética, o que implica que não existe uma grande ética sem as pequenas ações. No Brasil de hoje talvez nenhum mandamento seja tão maltratado quanto esse, mas onde mesmo começa a noção do que me pertence e do que não me pertence? Será que roubamos somente bens materiais, ou roubamos tempo, atenção. Seria possível roubar um afeto? Nesse encontro discutiremos esses e outros aspectos do que podemos falar em roubo, ética e etiqueta. 

Não adulterarás...

Tema: Não adulterarás: verdades e mentiras que contamos a nós mesmos

Ementa: Adultério vem do latim adulterĭum,ĭi  que significa adultério, crime de adultério, alteração, falsificação, mistura. Muitas pessoas associam a questão do adultério apenas a traição que ocorre entre duas pessoas enamoradas. Mas adulteração, alteração, falsificação e mistura também são seus significados. Nesse sentido adulteramos a realidade conforme nossos desejos, mentimos para nós mesmos. Em um nível social a corrupção tão em voga no noticiário também nasce do pecado do adultério.

O futuro de uma ilusão...

Tema: O futuro de uma ilusão: entre o decálogo e a psicanálise

Ementa: S. Freud dedicou parte da sua obra a entender as interfaces entre a psicanálise e a religião, com artigos como “O futuro de uma ilusão” e “Moisés e o monoteísmo”. Resolvemos retomar o mesmo tema através de Moisés, mas não exatamente do ponto onde Freud parou mas de uma releitura dos dez mandamentos feitas pelo diretor de cinema Krzysztof Kieślowsk, em uma série exibida na Polônia em 1989. A partir desse eixo, abre-se um espaço potencial para a discussão entre filosofia moral, a ética, a estética e a psicanálise.