Concepção

Por Ale Esclapes¹

Crença ou concepção é algo que podemos caracterizar como uma experiência pessoal. Você sabe como isso afeta nossas vidas no cotidiano? Através da série "CRENÇAS" irei explorar diferentes usos das crenças em nosso dia a dia.

O Homem dos Lobos

Por Ale Esclapes¹

Em um dos mais emblemáticos casos clínicos de Freud discutimos questões sobre a técnica psicanalítica como o tempo do tratamento, o estatuto da teoria na condução das interpretações e o conceito de fantasias de caráter filogenético, como a cena primária.

Epistemologia e Psicanálise

Por Ale Esclapes¹

Nesse vídeo abordo um pouco da importância da epistemologia na psicanálise através da discussão de dois termos técnicos: acting out e passagem ao ato.  

Sonho

Por Ale Esclapes¹

Você sabe: O que é Sonho? O objetivo dessa série é fornecer conceitos simples e diretos de alguns termos psicanalíticos, bem como ir fazendo uma trama de conceitos entre eles.

Curso Breve: Lamento e Melancolia 05/06/20 - 16hs.

A melancolia descrita por Freud não é a mesma descrita desde de Hipócrates, e sim um caso particular das já estudas desde Hipócrates. Em que momento um tipo de humor se transformou em uma doença? Pode-se afirmar que a Melancolia é o mesmo que depressão? As pessoas ditas “melancólicas” são mais inteligentes?

Webnário: Um Caso de Homossexualidade Feminina (REALIZ. 16/10/19)

Através desse caso clínico discutimos os principais conceitos que envolvem o tema: homossexualidade, orientação sexual, transexualidade etc. traçando um panorama desde “Os três ensaios até os dias de hoje”.

Psicanálise e Religião (Realiz. 21/08/15)

Tema: Psicanálise e Religião: Me. Eckart, S. João da Cruz e a Experiência Analítica

Ementa: Os chamados místicos cristãos nos trouxeram uma narrativa onde o paradoxo se mostrou o caminho possível para expressar as suas experiências - por mais que falassem, mais que escrevessem, nunca conseguiram expressar exatamente suas vivências. 

Intuição - de Bergson (Realiz. 20/03/15)

Tema: Intuição - de Bergson à Bion

Ementa:  A intuição foi elevada por Bergson ao status de metodologia filosófica. Freud nunca escreveu um artigo sobre esse tema, e a colocou como um dos recursos do analista, mas, aos poucos, sua importância clínica foi se tornando inegável. Klein é um exemplo do extenso uso da intuição quando do trabalho de crianças, e Bion, ao final da década de 60 (do século passado), deu à intuição um lugar mais central na clínica. Não por acaso na biblioteca de Bion foram encontrados livros de Bergson.

Inspiração

 

A forma mais perversa que o sujeito pode tratar o seu sonho de felicidade é quando inclui nele o seu sintoma. A felicidade do obsessivo é um mundo cheio de regras. - Ale Esclapes