Psicanálise e Zen Budismo

Por Alê Esclapes1

O trabalho desenvolvido por Bion pode ser dividido em três ou quatro fazes, variando de acordo com o estudioso. Em uma primeira fase Bion vai de debruçar sobre as questões kleinianas de identificação projetiva e o pensamento esquizofrênico.

Histeria na antiguidade - História da Histeria

Por Ale Esclapes1

A história da Histeria no ocidente começa no Antigo Egito mais ou menos 1900 antes de Cristo. Nessa época foi escrito um papiro onde se relatava uma série de sintomas  um tanto curiosos em mulheres. A causa seria o movimento desgovernado do útero, que era considerado um animal, que vagava pelo hipocôndrio.

Inveja e gratidão

Por Ale Esclapes1

Inveja é um sentimento que nos impede de ter acesso às coisas boas da vida. Ela é prima do orgulho. Juntos nos isolam das pessoas queridas, nos jogando em uma solidão muitas vezes insuportável. O invejoso não consegue reconhecer as coisas boas que outra pessoa pode dar, e muitas vezes responde com agressividade e destruição com aqueles que podem ajudá-lo, ou possuem algo que lhes dá admiração.

Pré-concepção em psicanálise

Por Ale Esclapes1

Imagine que eu marco com amigos em um determinado horário em um determinado local. Eu, portanto, tenho uma “expectativa” de um encontro, de uma conversa. Agora vamos imaginar uma outra situação - o nascimento. Nesse momento, de algum modo, existe um “anseio” desse bebê em encontrar algo, alguma coisa que o acolha e o alimente.

As perversas chuvas de verão

Por Ale Esclapes1

Donald Meltzer definiu de uma forma muito particular a perversão na psicanálise, e John Steiner seguindo seus passos fez uma excelente contribuição à psicanálise ao se inspirar em Bion. Esses três autores nos legaram uma nova interpretação do mito de Édipo – este mito seria menos sobre desejos que sobre verdades.

Saia Justa

Por Alê Esclapes1

Recentemente no Programa Saia Justa do canal GNT discutia-se sobre o papel do homem e da mulher modernos (aliás, parece que em todos os programas o tema é o mesmo). Nesse especificamente as mulheres reclamavam que os homens deveriam ajudar mais as mulheres, “dividir” o fardo, etc...

Notação, atenção e interpretação

Por Alê Esclapes1

A partir de três trabalhos de Freud (Projeto para uma psicologia cientifica, A interpretação dos sonhos, e Dois princípios do funcionamento mental), Bion explora os conceitos de notação e atenção. A notação seria uma palavra mais ligada a armazenamento de informações.

Longe da árvore

Por Ale Esclapes¹

Freud nos ensina que o amor paterno/materno é baseado no que ele chamou de “forma narcisista de amar” o que significa que os pais amam os seus filhos a partir do que eles são, foram ou gostariam de ser. Em outras palavras é um amor egoísta, sendo uma visão bem menos romântica que o conceito de "Família Doriana".

A memória e o inconsciente

Por Alê Esclapes1

Em psicanálise o conceito de inconsciente esta intrinsecamente ligado ao conceito de memória. A repressão é o que acaba por organizar essa ligação. Em um dos mais importantes artigos sobre técnica já escritos, Freud trabalha bem esse tema em Recordar, Repetir e Elaborar, de 1914.

Adolescência e maturidade

Por Ale Esclapes1

Estava conversando com outro paciente enquanto esperava meu horário no dentista quando ele me mostrou uma reportagem de uma revista sobre adolescência e disse que estava feliz por ter saído da mesma. “Foi uma época muito complicada da minha vida, essa tal adolescência.”Fiquei curioso e perguntei o porquê, o que havia acontecido de tão complicado.

Melanie Klein - Vida e Obra

Por Alê Esclapes ¹

Melanie Klein foi uma das maiores psicanalistas da história. Seguidora de Freud, com genialidade e amor à verdade erigiu uma escola com pensamentos próprios e distintos. Como disse uma amiga, quando Klein em 1935 insistia que era uma freudiana: "agora já é tarde - você é uma Kleiniana".