A histeria nos tribunais da Inquisição

Por Ale Esclapes¹

A histeria vai desaparecer juntamente com o Império Romano retornando somente no final da Idade Média. Surgem diversos curandeiros e o Clero passa a exercer a medicina. Nos séculos XII e XIII diversos concílios proíbem  os clérigos de exercerem a medicina. Cria-se causas e condições para o ressurgimento da medicina.

Concepção e realização

Por Ale Esclapes1

Nesta série de postagens sobre conceitos iniciais, exploraremos um pouco o que é concepção e sua relação com o conceito de realização. Se você acompanhou a postagem passada sobre o que é pré-concepção, fica fácil entender o que é concepção. Imagine que eu marco com um amigo, amiga ou amigos em um determinado horário em um determinado local.

Histeria na antiguidade - História da Histeria

Por Ale Esclapes1

A história da Histeria no ocidente começa no Antigo Egito mais ou menos 1900 antes de Cristo. Nessa época foi escrito um papiro onde se relatava uma série de sintomas  um tanto curiosos em mulheres. A causa seria o movimento desgovernado do útero, que era considerado um animal, que vagava pelo hipocôndrio.

Webnário: A interpretação dos sonhos (Realiz. 18/04/18)

O objetivo desse webnário foi explanar e discutir a obra de Sigmund Freud, buscando entender os seus conceitos fundamentais e suas influências nas obras de M. Klein e W. Bion. A proposta é que esses eventos online facilitem o conhecimento da obra freudiana por parte do público não especializado.

Webnário: O Estranho (REALIZ. 19/06/19)

Nesse artigo, que completa esse ano 100 anos de publicação, Freud aponta para a estranheza que brota de nosso inconsciente em busca de significado. Nossa relação com essa estranheza vai solicitar que ela seja encarnada por alguém ou algo, que imediatamente sofrerá as consequências dessa operação. Esse texto, combinado com “Para além do princípio do prazer”, “Mal estar na civilização” e “Futuro de uma ilusão” formam um todo coerente acerca da agressividade e destrutividade.

Webnário: Além do Princípio do Prazer (REALIZ. 21/08/19)

Nesse texto Freud faz uma profunda reavaliação de seus principais conceitos: pulsão, libido, sexualidade etc. e propõe uma nova organização de sua visão pulsional baseados agora nos conceitos de pulsão de vida e de morte. Esse trabalho abre caminho para revisões gerais do aparelho psíquico em “O ego e o Id”, bem como discussões sobre a agressividade em “O mal estar na civilização”.

Webnário: Um Caso de Homossexualidade Feminina (REALIZ. 16/10/19)

Através desse caso clínico discutimos os principais conceitos que envolvem o tema: homossexualidade, orientação sexual, transexualidade etc. traçando um panorama desde “Os Três Ensaios da Sexualidade até os dias de hoje”.

Webnário: Masoquismo / Fetichismo (REALIZ. 13/11/19)

Nesse webnário demos continuidade ao webnário anterior, agora enfocando o exercício de sexualidades consideradas hoje sob o signo do fetichismo. Partimos de alguns conceitos dos “Três ensaios da sexualidade”, atualizamos nos dois artigos estudados nesse webnário e traçamos um panorama até os dias de hoje sobre o tema.

Curso Breve: A interpretação dos sonhos (REALIZ. 23/08/19)

Para alguns a “Interpretação dos sonhos” marca para muitos o início da psicanálise, pois é nela que Freud sistematiza sua visão do Inconsciente, bem como estabelece uma correlação entre o sonho e o sintoma. Nesse encontro vamos nos aprofundar nessa obra na companhia do psicanalista chileno Ignácio Matte-Blanco com seus estudos presentes na obra “Inconsciente como um conjunto infinito”. 

Curso Breve: O caso Dora (REALIZ. 20/09/19)

O “Caso Dora” foi o primeiro caso clínico publicado por Freud que ele utilizou a metodologia de investigação dos sonhos desenvolvido na “Interpretação dos Sonhos”, bem como pelo método da livre associação. Esse caso também é importante em função do papel da transferência na psicanálise, e curiosamente, um caso onde a sexualidade infantil não desempenhou um papel importante. 

Webnário: Os Três Ensaios da Sexualidade (Realiz. 20/06/18)

O objetivo desses webnários foi explanar e discutir a obra de Sigmund Freud, buscando entender os seus conceitos fundamentais e suas influências nas obras de M. Klein e W. Bion. A proposta é que nesses encontros onlines haja a facilitação do conhecimento da obra freudiana por parte do público não especializado.